(11) 3294-0101 / 5549-8621 - Dança de Salão  dancecom@passosecompassos.com.br

A Escola de Dança Passos & Compassos foi inaugurada em fevereiro de 95, para consolidar uma nova metodologia no ensino de Danças de Salão, em constante desenvolvimento para fazer qualquer pessoa aprender a dançar.

É muito comum que o ensino da Dança de Salão dependa da aptidão de cada um, com pessoas que ?levam jeito? e com outras que se acham ?duras e travadas?. Numa turma sempre temos pessoas de todos os tipos... Como encontrar o equilíbrio?

Os passos da dança no compasso de cada um.

O slogan da escola já diz tudo: desenvolvendo a consciência corporal do aluno, todos aprendem da mesma forma, apenas ampliando seus limites e respeitando o tempo de aprendizado de cada um.

Nosso método é baseado em linha de raciocínio e consciência corporal. A pessoa pensa e entende cada movimento, tendo consciência dele. Mesmo que seu corpo ainda não consiga executá-lo na velocidade de uma música, se a pessoa pensar e treinar sem música ela vai assimilando cada movimento, e vai dançar bem, . com postura e elegância.

Metodologia de Ensino: Penso, logo danço!

Esta frase resume nossa linha de ensino. As pessoas têm que pensar para aprender a dançar, na realidade não só para aprender a dançar, mas para aprender qualquer coisa! Sempre é preciso pensar e entender o assunto.

Pensar para dançar ?!? Parece estranho, sempre achamos que dançar é ouvir a música e deixar seu corpo ser levado por ela... Depois que já sabemos o que fazer, somos levados pela música. Mas como curtir a música se você não sabe quais movimentos fazer? Aí é que entra a técnica e o aprendizado!

Explicar os movimentos, fazer as pessoas pensarem, entenderem e executarem cada parte... Utilizar referências do dia-a-dia das pessoas e explicar comparando com outros movimentos que a pessoa já conhece. Esta é a base.

Todos os passos são ensinados a partir de movimentos básicos, e o aluno descobre todas as possibilidades para iniciar e finalizar os passos, sempre utilizando sua mente e sua criatividade para procurar todas as formas possíveis de encaixar os passos, como se fossem 'blocos de montar', que você combina como quiser.

Em paralelo temos exercícios e brincadeiras para desenvolver a consciência corporal, melhorar a postura e trabalhar a musicalidade, deixando os alunos mais soltos, mais confiantes, quebrando bloqueios e preconceitos. E as pessoas percebem mudanças não apenas na dança, mas na qualidade de vida de cada um!

A metodologia utilizada na Passos & Compassos possui aprimoramento contínuo, sendo pesquisada e desenvolvida por Solange Gueiros, diretora da escola. Os professores são facilitadores do processo de aprendizado, desenvolvendo a capacidade de auto-aprendizagem através da organização das idéias dos alunos e da consciência corporal.

Todos vão aprender a dançar com nosso método!

Nosso método é eficaz com pessoas que tenham dificuldades para aprender. Grande parte das pessoas que se acha ?dura? ou ?travada? e que tem dificuldades para aprender a dançar, tem problemas relacionados ao que elas acreditam sobre si mesmas e sobre a dança... Logo, quando a gente faz a pessoa pensar e entender o que está acontecendo, ela transpõe os bloqueios, aprende, e também acredita mais em si mesma.

Dançar não é só pensamento, mas mesmo para trabalhar as sensações e sentimentos é preciso orientar nosso cérebro. Trabalhamos também as emoções dos alunos, desenvolvendo-os para sentir os movimentos que o corpo executa, ouvir a música, se relacionar com o parceiro. O aluno tem que ter prazer e felicidade enquanto dança!

Como este método não depende da facilidade que a pessoa possua para dançar, mesmo as pessoas com dificuldades aprendem, desde que respeitem seu tempo de aprendizado. Aliado a um forte trabalho de consciência corporal, com o tempo todos estão dançando. Além disso, as pessoas ficam mais confiantes e se relacionam melhor com as outras pessoas.

A qualidade da sua dança

Para aqueles que desejam se tornar exímios dançarinos, nosso método trabalha a base e os movimentos avançados satisfazendo os diversos níveis de expectativas dos alunos.

O importante é que para qualquer passo que você aprenda, sempre irá aprender a conscientizar o seu corpo para fazer o movimento, e nunca vai ficar dependente de seus vícios.

As pessoas crescem constantemente, e estão sempre ultrapassando seus limites corporais. Além disso, os exercícios influenciam diretamente a estrutura corporal da pessoa, melhorando seu posicionamento no dia-a-dia, deixando todos equilibrados, com postura e elegância.

Aprendendo a linguagem do seu corpo

Aprender a dançar é como aprender uma outra língua: primeiro aprende-se as palavras e as estruturas gramaticais. No início sempre fazemos uma tradução da nossa língua para a que estamos aprendendo, e assim nosso tempo de resposta é lento. Com o tempo ficamos familiarizados com a língua e apenas quando estamos pensando na nova língua e construindo as idéias a partir dela é que falamos fluentemente. Na dança é igual: primeiro aprendemos os passos básicos e as ligações, depois vamos encaixando tudo o que conhecemos fluentemente e só aí nos sentimos dançando. O ingrediente extra, na dança, é o trabalho com o nosso corpo, que pode demorar um pouquinho mais do que qualquer outro assunto que dependa só da nossa mente.

Sou muito duro para dançar...

Outra crença que desmistificamos é que para dançar é preciso deixar o corpo mole. Imagine uma gelatina dançando, Uma parte vai para um lado, e a outra fica ou até vai para o lado oposto. Para dançar é preciso soltar algumas partes do corpo, mas de forma consciente. Precisamos de uma estrutura firme, para levar nosso corpo para onde desejamos. Se o corpo é mole, você não tem controle sobre ele e fica mais difícil para dançar. É mais fácil trabalhar com uma pessoa dura, que a gente solta só o que precisa, do que trabalhar com uma pessoa mole, que a gente primeiramente deve dar firmeza.

O que é dançar bem?

É mais gostoso dançar com alguém que faça poucos passos, mas que lhe dê segurança porque não maltrata o seu corpo, que seja envolvente, que sinta cada acorde da música e consiga transmitir isso na sua dança. Agora se imagine dançando com alguém que faz todos os passos conhecidos, mas que só olha para os outros, não olha para você enquanto dança, não tem ritmo e não se preocupa com os outros no salão, esbarrando em todo mundo. Não parece muito atraente...

Dançar não é simplesmente executar passos, mas sim ter postura e equilíbrio, além de curtir a música. A maneira com que você executa um movimento é muito mais importante do que o movimento em si. Só que muitas pessoas colecionam passos, independente da forma como são realizados, sem se preocupar com as conseqüências que pode trazer para o seu corpo ou com o risco de se colocar mal em um movimento...

O segredo para fazer os movimentos com graça e elegância é a calma e a segurança de quem sabe o que faz. Se preocupar com o salão sem esquecer da pessoa com quem está dançando. Prestar atenção no outro, interagir com ele... Além disso, é preciso ouvir a música e seguir sua linha melódica e não apenas o ritmo. É despertar para cada acorde e cada parada da música, e curtir isso na sua dança. É sentir cada movimento, e dançar!

O exercício ideal - Fique em forma e saudável

Com as pressões do trabalho e as obrigações sociais convivendo conosco todos os dias, é cada vez mais difícil arrumar tempo para se exercitar. Talvez este seja o motivo pelo qual as pessoas estão se esforçando para manter o peso e cuidar da saúde mais do que nunca.

Não é segredo que exercícios moderados e hábitos alimentares saudáveis são a chave para se manter em forma e saudável. De qualquer forma, a idéia de gastar 30 minutos em um trabalho de relaxamento, ou caminhando ao redor do edifício umas 5 vezes está fora de cogitação para a maioria das pessoas. Dançar funciona como um redutor de stress e de tensões. Para pessoas com uma vida agitada pode tornar-se uma ótima forma de melhorar sua postura e aumentar sua segurança em atividades sociais ou situações de trabalho.

Isto é o que faz da dança o exercício ideal! Além disso, dançar é uma atividade aeróbica leve! Enquanto você faz aulas de dança, faz exercícios de uma maneira divertida, num evento social, toda semana. Seu trabalho dançante acontece, ocorre, com músicas agradáveis e todos ficam de bom humor. Isto é diversão.

Considere estes fatos dançantes:

- A Dança contribui para sua auto-estima e segurança. - Atletas olímpicos freqüentemente incluem a dança em sua rotina de treinamento para aguçar seu controle, agilidade, velocidade e equilíbrio. - A dança é considerada uma das cinco melhores atividades físicas para pessoas com mais de 60 anos. - A dança contribui para uma boa postura e alinhamento corporal. - Dançar encoraja atitudes sensatas. - A dança aumenta a flexibilidade e a força. - É um exercício aeróbico, que traz benefícios para o sistema cardiovascular enquanto você move suas pernas e ombros. - Alguns médicos recomendam 30 minutos de dança, 3 vezes por semana.

Desde que a Dança Internacional foi reconhecida como um esporte olímpico, ela tem atraído a atenção. Comparando os corpos de atletas e de competidores de dança profissionais, ele tem as mesmas características. A Dança de Salão é uma atividade rigorosa que utiliza um grande número de grupos musculares, e normalmente é feita em torno de uma hora, numa aula, ou na noite toda, durante um baile. É freqüentemente comparada à Patinação Artística, e ninguém questiona as habilidades atléticas de um patinador...

Muitas pessoas preferem a Dança de Salão ao programas de exercícios tradicionais. É uma atividade de baixo impacto, acessível para pessoas de qualquer idade, independente do seu condicionamento físico. Com muita diversão as pessoas perdem peso, melhoram a circulação e o condicionamento aeróbico, sentindo-se muito mais dispostas e alegres. A escola de dança Passos & Compassos pode colocar mais saúde e forma física em sua vida.

Algumas aulas na Passos e Compassos são tudo o que você precisa para manter a forma

A Paixão na Dança

Traga aquela pessoa especial mais perto, fale, passeie pelo salão para uma sonhadora canção de amor...

A Dança de Salão é tão romântica quanto divertida. Há anos os maiores românticos do mundo sabem que a melhor maneira de conquistar o coração de uma dama é levá-la para a pista de dança. Abraçando, tocando e se movendo com a música é o maior romantismo que qualquer casal pode acrescentar a suas vidas. Pense no número de relacionamentos que nunca começariam sem a melhor forma de quebrar o gelo: ?Posso ter o prazer desta dança??.

As características românticas da dança são um segredo que apenas os bons dançarinos desfrutam. Para os homens, reconhecer que ritmo a banda está tocando e o que ele vai dançar e ter a confiança na sua habilidade para caminhar pelo salão e pedir para uma dama dançar com ele é um pré-requisito social. Para as damas, estes requisitos sempre serão valorizados, deixando os homens com charme, elegância e postura.

Pessoas vão para todos os extremos para fazer com que elas sejam mais atrativas para o sexo oposto. Horas são gastas na ginástica e milhões são gastos em cosméticos e roupas apenas para caprichar no dia do encontro. Infelizmente essas pessoas sempre ficarão para trás como bons dançarinos. A melhor maneira de ser notado, em uma luz favorável, é na pista de dança.

As cenas de dança dos filmes sempre encantaram as pessoas. E estas cenas de Dança fazem a mesma coisa com os atores na vida real e com os personagens que representam. Elas proporcionam a chance das pessoas expressarem suas emoções para seus parceiros, estimulando os relacionamentos de uma maneira sensual e romântica,

E mais, dançar pode ajudar a manter a união entre duas pessoas! Após anos de casamento, novas emoções são encontradas numa pista de dança. É um estímulo, encoraja as chamas do romance ao invés do stress e da tensão que pode importunar a vida de um casal. É uma das melhores formas de manter um casamento interessante e duradouro. Quando questionadas, muitas mulheres disseram que preferem uma noite dançante com seu parceiro ao invés de flores ou chocolates no dia dos namorados...

Algumas aulas na Passos e Compassos são tudo o que você precisa para transformar sua vida em dança e romance

Benefícios da Dança de Salão

Nossos alunos adquirem muitos benefícios enquanto aprendem a dançar!

Desenvolvendo suas habilidades na dança não fique surpreso se você...

- Tiver mais prazer e alegria na sua vida social. - Fortalecer a sua autoconfiança. - Encontrar novas pessoas e fazer novos amigos. - Melhorar sua saúde. - Se sentir mais à vontade nos eventos sociais. - Encontrar o exercício e a boa forma que você precisava. - Fizer seu parceiro mais feliz. - Gostar mais de ir à festas. - Ver suas relações profissionais melhorando. - Adquirir mais graça, elegância e postura. - Superar a timidez. - Diminuir o Stress. - Aumentar sua energia e agilidade. - Se destacar numa pista de dança. - Nunca mais recusar um convite para dançar. - Melhorar sua percepção rítmica e musicalidade. - Desenvolver sua linguagem corporal. - Descobrir uma nova forma de recreação e entretenimento. - Se sentir renovado, aliviado e relaxado.

Venha dançar com a gente!

A Dança de Salão

A Dança de Salão é uma atividade completa. O exercício é ótimo para o corpo, para a cabeça e para a alma. E não importa muito a velocidade ou a perfeição com que se dança. Dos movimentos mais frenéticos aos mais lentos e compassados o efeito é um só: bem-estar.

Quem dança não reclama de dor de cabeça, dor nas costas, não sofre de úlcera e vive em paz com o sistema nervoso... A dança provoca uma alegria que passa pela fisiologia, aumenta a circulação sangüínea, trabalha as extremidades e ativa o sistema linfático, justamente o mecanismo de defesa do corpo, como já foi constatado em pesquisas. Nunca é tarde para incluir a dança na rotina diária...

Desde que surgiu, a dança de salão também tem objetivos sociais, como o de relacionamento e integração de seus participantes na sociedade, ensinando princípios de boa educação É uma atividade democrática e sem preconceitos. Não importa idade, tamanho, aparência, cargo, posição social... Qualquer um pode aprender a dançar, e com certeza vai se sentir muito bem dançando.

A Dança possibilita o desenvolvimento da coordenação motora, consciência corporal, conhecimento musical, inteligência e disciplina. E no caso da dança de salão, que é essencialmente em pares, trabalha o relacionamento social, a confiança e auto-estima, além de descarregar as tensões do dia-a-dia. A Dança de Salão também é uma ótima atividade física, e mantém a forma!

Além disso é uma atividade cultural, pois as pessoas se interessam em conhecer a origem da dança, o povo que a criou, o significado da música, a época em que nasceu, enfim, a história de cada dança e de cada ritmo, ampliando o conhecimento histórico e geográfico de cada um.

A Passos & Compassos

Inaugurada em fevereiro de 95, a Passos & Compassos consolidou uma nova metodologia no ensino da Dança de Salão, constantemente pesquisada e atualizada por Solange Gueiros, diretora da escola, com o objetivo de fazer qualquer pessoa aprender a dançar e acrescentar valores positivos na vida de cada um através da dança.

Nosso método é baseado em linhas de raciocínio e consciência corporal. A pessoa pensa e entende cada movimento, tendo consciência dele. Mesmo que seu corpo ainda não consiga executá-lo na velocidade de uma música, se a pessoa pensar e treinar sem música ela vai assimilando cada movimento, e vai dançar bem, com postura e elegância.

Em 2001 a Passos & Compassos incorporou a Strapolos Bar Academia, hoje chamada Dançaria Passos & Compassos, fundada por Roberto Mendoza em 1994. Solange Gueiros foi aluna dele em 1992, na USP, quando se chamava Roberto Mendoza Dança de Salão. Em 1994, com a definição da sede no Alto de Pinheiros passou a se chamar Strapolos. Solange Gueiros freqüentou o primeiro curso deste local, de Samba de Gafieira, ministrado por João Carlos Ramos, do Rio de Janeiro. Em 2002 foi incorporada a unidade do Tatuapé.

"Como professora meu maior desafio é ajudar as pessoas a se conscientizarem de seus pontos fracos, aceitarem a si mesmas e lutarem contra a vontade irresistível de desistir ao menor obstáculo. Dar estímulos para que os alunos respeitem seu tempo de aprendizagem, respeitem suas dificuldades e queiram superá-las. Todo esse trabalho não fica só na dança, se reflete na vida e essa é minha maior realização: fazer as pessoas evoluírem e desta forma melhorar o mundo..." ? Solange Gueiros.

Teremos grande satisfação em fornecer mais informações, entre em contato!